O portal EXAME.com  consultou seis engenheiros de diferentes áreas: civil, produção, mecânica, de tráfego e de computação para saber quais filmes trazem lições ou conceitos interessantes para quem já atua na área de engenharia ou para quem ainda pretende exercer a  profissão.

O resultado é a lista com 19 filmes que vão do clássico “Tempos Modernos”, de Charlie Chaplin ao filme  “A Rede Social”, que mostra a criação do Facebook. Confira as indicações abaixo:

Tempos Modernos:

Tempos Modernos é  um dos filmes mais famosos de Charles Chaplin, segundo Manoel Fernandez, responsável de excelência operacional na Rhodia um filme com forte viés crítico que todo engenheiro de produção deveria assistir.

“É um clássico que ilustra bem a visão tayloriana, essa ideia de especialização do trabalho. O Ford usou essas ideias do Taylor na linha de montagem”, diz Fernandez.

Diretor: Charlie Chaplin  Ano:1936  Duração: 87 min

A Ponte do Rio Kwai

Conta a história de prisioneiros britânicos que, durante a Segunda Guerra Mundial, são obrigados a construir uma ponte para passagem de trens sobre o Rio Kwai na Tailândia. Com grandes lições para engenheiros, principalmente civis, a indicação é do professor do curso de especialização em gestão de projetos da Fundação Vanzolini, Ricardo Buonanni.

Diretor: David Lean  Ano: 1957  Duração: 161 min

2001- Uma Odisseia no Espaço

O filme produzido e dirigido por Stanley Kubrik é, segundo o coordenador do curso de engenharia de computação do Instituto Mauá de Tecnologia, Éverson Denis, e os professores João Carlos Lopes Fernandes e Sergio Ribeiro Augusto, do Instituto Mauá de Tecnologia, interessante para quem deseja seguir esta especialidade.  Segundo os professores, “O filme lida com elementos de tecnologia, tais como efeitos de projeção frontal, técnicas de fotografia Slit-scan e inteligência artificial”.

iretor: Stanley Kubrick  Ano: 1968  Duração: 142 min

Exterminador do futuro

Conceitos de inteligência artificial são o destaque do clássico de ficção científica indicado pelos professores de engenharia de computação do Instituto Mauá de Tecnologia. Arnold Schwarzenegger interpreta um androide cujo esqueleto é recoberto por tecido vivo que é transportado no tempo com o objetivo de mudar o curso da história e o futuro.

Diretor: James Cameron Ano: 1984 Duração: 108 min

Jovem Einstein

Conta a história de um jovem, Einstein, que vive na Tasmânia e que, um dia descobre a teoria da relatividade ao fazer bolhas para a cerveja de seu pai.  Segundo os engenheiros consultados, traz conceitos de física que podem ser usados nos dois primeiros anos do curso de engenharia, o ciclo fundamental.

Diretor: Yahoo Serious  Ano: 1988 Duração: 91 min

Apollo 13

Narra a história verídica da missão Apollo 13, da NASA, traz, segundo Dario Rais Lopes, professor da Escola de Engenharia da Universidade Presbiteriana Mackenzie e assessor especial do Grupo Ecorodovias, a essência da engenharia, com aplicação dos conceitos da física, o trabalho em equipe, a criatividade a construção do novo e a sua reconstrução em circunstâncias emergenciais.

Diretor: Ron Howard  Ano: 1995 Duração: 140 min

Armageddon

Conta a história de uma equipe que é enviada para destruir asteroide que está em rota de colisão com a Terra e que pode acabar com a vida no planeta, é uma ficção científica que pode ser interessante do ponto de vista dos conceito de engenharia que são abordados. Técnicas de engenharia civil, mecânica e aeronáutica são o destaque do filme, de acordo com os engenheiros consultados.

Diretor: Michael Bay  Ano: 1998  Duração: 151 min

Piratas do Vale do Silício

O filme mostra como o co-fundador da Apple, Steve Jobs, e o co-fundador da Microsoft, Bill Gates, mudaram o jeito de as pessoas viverem e se comunicarem com a criação das duas maiores empresas de informática do mundo e seus sistemas operacionais. O filme utiliza conceitos importantes para engenharia, tais como empreendedorismo, administração, economia e gestão de negócios, telecomunicações, engenharia elétrica,  para sistemas operacionais , design de sistemas e produto e também para programação. computação.

Diretor: Martyn Burke  Ano: 1999  Duração: 95 min

U-571 Batalha no Atlântico

Rretrata o período inicial da Segunda Guerra Mundial, quando navios aliados eram atacados e afundados pelos submarinos alemães. No comando do submarino S-33, dos aliados, um tenente recebe ordens para se aproximar de um submarino alemão, o U-571, de forma camuflada o objetivo é conseguir uma máquina de escrever que ajudará a decifrar os códigos alemães usados na guerra.

Diretor: Jonathan Mostow Ano: 2000  Duração: 120 min

Hackers 2- Caçada Virtual

Revela a importância da segurança da informação. O longa, baseado em uma história real, conta a trajetória de um hacker que consegue acesso aos arquivos do FBI, tornando-se um dos cybercriminosos mais procurados dos Estados Unidos.

Diretor: Joe Chappelle  Ano: 2000  Duração: 92 min

Uma Mente Brilhante

Conta a história do matemático John Forbes Nash, de acordo com Manoel Fernandez – “Ilustra bem a questão da diferença entre competição e colaboração. A cena do bar em que Nash está com os amigos e entram umas mulheres é que mostra bem esta questão, quando eles ameaçam competir para quem vai ficar com a moça mais bonita, baseados na teoria da competição proposta Adam Smith e Nash contraria essa teoria”.

Diretor: Ron Howard Ano: 2001  Duração: 135 min

Revolution OS

O documentário discute software livre, GNU/Linux, Unix e a cultura hacker, temas muitos presentes nos cursos de engenharia da computação, de acordo com os engenheiros consultados.

Diretor: J. T. S. Moore  Ano: 2001  Duração: 85 min

Minority Report

As engenharias de computação e eletrônica são destaque do filme que traz conceitos de design de carros do futuro, sistemas de biometria com scanners de retina e pequenas mídias de armazenamento.

Diretor: Steve Spielberg Ano: 2002 Duração: 145 min

Prenda-me se for capaz

É um filme interessante do ponto de vista da engenharia de computação. Os disfarces e os golpes milionários aplicados por Frank Abagnale Jr. (Leonardo DiCaprio) retratados no filme têm forte apelo na engenharia social revelam a importância da segurança da informação, destacam os engenheiros consultados.

Diretor: Steven Spielberg Ano:2002 Duração: 140 min

Adeus, Lênin!

Mostra a hercúlea missão de jovem em meio à queda do Muro de Berlim de esconder da mãe, entusiasta socialista, a implantação do sistema capitalista na Alemanha Oriental, é uma indicação interessante para os engenheiros de produção, segundo Manoel Fernandez.

Diretor: Wolfgang Becker  Ano: 2003 Duração: 121 min

Código Da Vinci

O uso da criptografia para esconder e proteger as informações é o destaque do filme sob a ótica da engenharia de computação. “É um conceito muito importante em engenharia de computação, sistemas de grandes corporações, bancos, órgãos governamentais”, destacam os engenheiros consultados.

Diretor: Ron Howard  Ano: 2006 Duração: 150 min

Não por Acaso

Filme brasileiro que conta a história de engenheiro de trânsito, vivido pelo ator Leonardo Medeiros e de um jogador de bilhar, interpretado por Rodrigo Santoro é interessante principalmente para quem é da área de engenharia de tráfego.

Diretor: Philippe Barcinski Ano: 2007 Duração: 90 min

A Rede Social

Filme conta a história do surgimento do Facebook e seus desdobramentos. De acordo com os engenheiros consultados, é um filme interessante para quem é da área de engenharia de computação.  Segundo os engenheiros consultados, “é um filme com conceitos importante de administração, economia, gestão de negócios, sistemas operacionais, programação, segurança da informação”.

Diretor: David Fincher  Ano: 2010 Duração: 121 min

Apollo 18

Filme de ficção científica conta a história de uma missão que levou o homem à Lua para coletar amostras, estudar a força da gravidade, o clima e o solo a Lua entre, outras coisas. Para isso, o longa utiliza conceitos de física – ação da gravidade – engenharia civil e mecânica – a partir da estrutura da nave –  engenharia química com as amostras coletadas. Há também conceitos de engenharia eletrônica, de controle e automação e de computação utilizados nos sistemas embarcados, sistemas autônomos e computador de bordo.

Tesla – O Mestre do Raio

Quando se pensa em eletricidade, pensa-se em Thomas Edison. Quando se pensa em rádio, pensa-se em Marconi. Mas existe um gênio que quase foi esquecido, um homem que sonhava em dar ao mundo uma fonte inesgotável de energia. O seu nome era Nikola Tesla (1856-1943), e ele era o mestre do raio. Foi Nikola Tesla que captou o poder das cataratas do Niágara, com o seu sistema de correntes alternadas, e que tornou possível a transmissão de eletricidade por toda a América e o Mundo. Patenteou a tecnologia de comunicação sem fios. O seu legado incrível pode ser visto em tudo, desde o controle remoto, às luzes de neon e fluorescentes, raios-x, etc.

Diretor: Robert Uth  Ano: 2000 Duração: 84 min

Abaixo você confere o filme completo:

Qual é seu filme favorito? Deixe-nos saber nos comentários.

Faça um curso online com certificado. Inicio imediato! Todos os cursos são válidos em todo o Brasil e podem ser utilizados para melhorar seu currículo profissional. Acesse aqui engenhariae.com.br/cursos

ademilsonAdemilson Tiago de Miranda Ramos – FacebookTwitterInstagram - LinkedIn 
E-mail – contato@engenhariae.com.br
Estudante de Engenharia Elétrica e Criador do Engenharia é: